Fomento Paraná participa em programa de R$ 1 bilhão em crédito para empresas que inovam
20/12/2021 - 16:24

A Fomento Paraná é uma das instituições financeiras convidadas a participar do Programa Crédito Inovação Finep-Sebrae, lançado em 14 de dezembro, e que irá disponibilizar R$ 1 bilhão em recursos para inovação nas micro e pequenas empresas.

O objetivo da Finep Inovação e Pesquisa, empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), em parceria com o Sebrae, é atender em torno de quatro mil empresas com receita operacional bruta de até R$ 4,8 milhões.

A iniciativa parte de um diagnóstico que identificou que entre 2015 e 2017 menos de 1% das micro e pequenas empresas que buscaram inovar obtiveram crédito público para isso em um universo de 66 mil empresas pesquisadas. O diagnóstico apontou as principais dificuldades quando trata-se de obter apoio financeiro para inovar na criação de produtos e serviços em MPEs: falta informação sobre as fontes de recursos para este fim; falta de equipe e dificuldade para preenchimento das solicitações de financiamento; e ausência de certidões e de garantias para obter o crédito.

Para mudar esse panorama, o Programa Crédito Inovação Finep-Sebrae oferecerá consultoria gratuita e capacitação do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) para a elaboração das propostas e submissão dos pedidos de financiamento, que terá taxas de juros bastante atrativas, e ainda poderá conceder garantia aos financiamentos por meio do Fundo de Aval às Micro e Pequenas Empresas (Fampe).

O objetivo é auxiliar pequenos negócios a acessarem crédito com melhores condições de mercado para o investimento em atividades de inovação, de modo a ampliar a competitividade e estimular o desenvolvimento sustentável dos pequenos negócios no Brasil.

Os recursos do programa serão operados pelos agentes parceiros do Finep Inovacred, em todos os estados brasileiros, como a Fomento Paraná, em etapas que serão divulgadas oportunamente, com apoio da rede de consultores do Sebrae. A ação conta, ainda, com a parceria da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE).

“Esta iniciativa da Finep e do Sebrae, a qual estamos participando, é muito importante para o ambiente de negócios no Paraná e no Brasil, porque traz uma solução para um problema diagnosticado do mercado em relação ao crédito para inovação, que normalmente é percebido como pouco acessível e caro em nosso país”, afirma Renato Maçaneiro, diretor de Operações do Setor Privado da Fomento Paraná.

“Por isso estamos muito otimistas com a possibilidade de poder contribuir com esse processo e poder levar esse crédito de maneira orientada e direcionada aos empreendedores paranaenses que buscam a inovação, principalmente as micro e pequenas empresas”, afirma.

Os projetos serão enquadrados em algumas linhas operadas pela Finep/MCTI, com taxas que poderão variar entre 4,5% e 8,2% ao ano, e prazos diferenciados para pagamento.

“É uma iniciativa muito frutífera. Por meio da expertise de cada instituição envolvida, vamos dar suporte aos empreendedores que movimentam nosso País”, afirmou o presidente do Sebrae, Carlos Melles, ao explicar que o programa será direcionado para negócios focados em inovação, o que irá impactar diretamente na geração de novas tecnologias e melhoria no ambiente de negócios.

O presidente da Finep/MCTI, Waldemar Barroso, declarou que o acesso ao crédito é um problema recorrente entre os micro e pequenos negócios. “Fizemos uma arquitetura nesse projeto que vai gerar riqueza e melhorar a vida do empreendedor inovador. Nós sabemos que o acesso a recursos muitas vezes é um desafio. Ações como essa são cada vez mais necessárias”, disse.

Há uma expectativa de que a Inovacred, que financia projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação, e a Inovacred Expresso, que financia atividades de inovação, com processo simplificado de enquadramento, sejam as linhas campeãs de busca. Elas possuem taxas que variam de 6,1% a 8,2% ao ano.

O Inovacred Conecta, que financia projetos com a parceria com universidades e demais instituições de pesquisa, possui taxa de 5% a.a. e prazo de 11 anos para pagamento. No leque de ofertas, há ainda o Inovacred Telecom, voltado ao apoio a projetos de pesquisa, desenvolvimento e Inovação relativos à conectividade, tais como projetos do setor de telecomunicações e Internet das Coisas (IoT).

 

GALERIA DE IMAGENS

  • Na imagem, fachada da sede da Fomento Paraná em Curitiba. Há portas e janelas de vidro e o logotipo da instituição está fixado bem acima da entrada do prédio. Ao centro da fotografia, homem caminha em direção à recepção do edifício.
    Instituição de crédito do Governo do Estado anunciou nesta quarta (14) novos limites de valor em financiamentos. - Foto: Geraldo Bubniak
    Instituição de crédito do Governo do Estado anunciou nesta quarta (14) novos limites de valor em financiamentos. Foto: Geraldo Bubniak

Últimas Notícias