Madrinhas avaliam programa Banco da Mulher Paranaense
07/11/2019 - 18:58

A primeira dama paranaense, Luciana Saito Massa, a social mídia influencer Monica Berlitz, criadora do Clube da Alice, e a empresária Luciana Burko Maciel, diretora de Capacitação da Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios da Fecomércio/PR (CMEG), foram recebidas na Fomento Paraná nesta quinta, 7/11. Elas e também a empresária Cristiane Mocellin são madrinhas do Banco da Mulher Paranaense.

A visita é parte do processo de mentoria permanente do programa, que foi lançado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior. Na fase inicial, o programa gerenciado pela Fomento Paraná oferece linhas de financiamento com taxas de juros diferenciadas para apoiar empreendimentos que tenham mulheres como proprietárias ou sócias.

Futuramente o programa envolverá fundos de aval e também um fundo que permitirá a participação da instituição diretamente nos empreendimentos, por meio de capital de risco.

No encontro o diretor-presidente da instituição, Heraldo Neves, e os diretores de Mercado, Renato Maçaneiro, e Administrativo e Financeiro, Mayara Puchalski, apresentaram a evolução do Banco da Mulher no primeiro mês de operações. Também foram discutidos aspectos e meios para aumentar a divulgação e o alcance do programa, especialmente no interior do estado, por meio de campanhas de mídia, participação de eventos e do contato com redes que congregam mulheres.

Desde 24 de setembro o programa já contratou R$ 3,9 milhões em 357 contratos com empreendedoras de diversas regiões do estado. Estão em fase de contratação ou trâmite de documentos para análise do crédito outros R$ 4,5 milhões em operações. Os financiamentos disponíveis vão de R$ 1 mil a R$ 500 mil.

Participaram da reunião também os assessores Jonny Stica, Emilia Belinati e a chefe de gabinete da Fomento Paraná, Fernanda Raicoski.