Foz do Iguaçu lança crédito a juro zero para informais, MEI e microempresas
30/04/2020 - 15:50

Para enfrentar o impacto econômico da pandemia do novo coronavírus (COVID-19), a Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu oferecerá, a partir da próxima segunda, 4 de maio, uma linha de crédito com juro zero para profissionais autônomos e liberais, trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI) e microempresários (ME).

A parceria emergencial para operacionalização do programa Foz Juro Zero foi assinada nesta quinta, 30 de abril, com a Fomento Paraná, que disponibilizará a linha de crédito, oriunda do programa Paraná Recupera, do Governo do Estado, enquanto a Prefeitura ficará responsável por pagar os juros das parcelas.

A Fomento Paraná foi a instituição financeira que apresentou a menor taxa de juros, de 5,09% ao ano, o equivalente a 0,41% ao mês, enquanto outras instituições propuseram taxas entre 1,7% e 3,5% ao mês.

A Prefeitura irá investir até R$ 3 milhões dos recursos orçamentários da Secretaria de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, provenientes de royalties da Itaipu Binacional. O valor permite alavancar créditos de até R$ 30 milhões.  O prazo de carência dos empréstimos será de 12 meses e o de pagamento das parcelas entre 12 e 24 meses.

A taxa de juros será de zero para as parcelas pagas em dia, até a data de vencimento. Nesse caso, o encargo será quitado pela prefeitura. Para pagamentos em atraso será cobrada a taxa normal de juros da linha Paraná Recupera, de 0,41% ao mês.

O contrato que oficializa a parceria foi assinado pelo prefeito Chico Brasileiro, o deputado estadual Hussein Bakri, o presidente da Fomento Paraná, Heraldo Alves das Neves, o presidente da Câmara Municipal, Beni Rodrigues, e o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.



Linhas de crédito
Pela parceria entre a Prefeitura Municipal e a Fomento Paraná, três linhas de crédito serão colocadas à disposição dos interessados. A linha de R$ 1.500,00 é destinada ao atendimento de autônomos e informais sem CNPJ.

Uma linha de até R$ 3.000,00 atenderá MEI e Microempresas com até 12 meses de fundação. E a linha de até R$ 6.000,00 beneficiará MEI e ME que estejam em atividade há mais de 12 meses.

Poderão obter crédito pelo programa Foz Juro Zero uma extensa lista de atividades formais e informais, tais como guias de turismo, diaristas, cabeleireiros, costureiras, artesãos, motoristas de aplicativos, taxistas, cantores, músicos, vendedores ambulantes, mototaxistas, motoristas de aplicativos, dentre outras atividades que se enquadram na lista oficial de ocupações permitidas ao MEI. Confira a lista no Portal do Empreendedor.

Profissionais liberais também podem se habilitar desde que possuam CNPJ como microempresários.

O CPF do tomador do crédito, ou CNPJ quando for o caso, precisa estar ativo, mas não serão observadas restrições nos birôs de crédito em geral (SCPC ou Serasa).

Entretanto, é preciso que o empreendedor esteja regular perante o Cadastro Informativo Estadual (Cadin), sem débitos relativos a impostos e taxas ao Estado, ou débitos junto ao município, e não possuir registro de prejuízos antigos no sistema financeiro (SCR). Por fim, é preciso estar com o cadastro em dia na Prefeitura de Foz do Iguaçu.

Em meio à pandemia, a prefeitura tem trabalhado para trazer boas notícias. Hoje é um dia especial pois vamos assinar o contrato com a Fomento Paraná para disponibilizar crédito a juro zero para os pequenos negócios de nossa cidade. Quero agradecer ao governador Ratinho Jr pelo apoio a iniciativa, o líder do Governo na Assembleia, Hussein Bakri, o presidente da Câmara, Beni Rodrigues, ao presidente da Fomento Paraná, Heraldo Neves e ao Sebrae”, destacou o prefeito.

"“Estou aqui em nome do governador Ratinho para trazer o apoio a este projeto de extrema relevância para minimizar os efeitos da pandemia na economia local. Tenho certeza que essa ação pioneira de juro zero na cidade de Foz do Iguaçu será reproduzida em outros municípios”", disse Bakri.

"“São condições especiais, que já eram as menores do mercado através das linhas da Fomento Paraná, e agora serão zeradas as taxas de juros com o Programa Foz Juro Zero para empreendedores e profissionais que sofrem com efeitos da pandemia. Vamos montar uma força-tarefa para dar agilidade ao procedimento de liberação dos recursos”", reforça o presidente da Fomento Paraná.

"“É um programa que vai fazer a diferença na vida de muita gente. Vamos nos empenhar para atender o maior número possível de pessoas e também no menor prazo”", afirma Piolla.



Atendimento a partir de segunda.

O Banco do Empreendedor iniciará o atendimento do programa Foz Juro Zero na próxima segunda-feira, 4. Para evitar aglomerações, todo o atendimento será realizado de forma remota, pelo WhatsApp e por e-mail.

Equipes do Banco do Empreendedor e do Sebrae vão se revezar nas orientações e avaliação das propostas. Assinatura física será necessária somente após aprovação do cadastro.

O atendimento será realizado remotamente de segunda à sexta, das 8h às 12 horas e das 14h às 18 horas, pelos seguintes números de WhatsApp:
(45) 99985-0006
(45) 99997-4848
(45) 98423-3132
(45) 98424-5844

Últimas Notícias