• Português
  • Central de Atendimento Fomento Paraná - Novembro Azul - Vamos judar a combater o câncer de próstata
  • ligeirão
  • Unidade Móvel
  • milho
  • Maringá
  • afpr
  • torrado
  • barreado
  • afpr
  • pinheiros1
  • ilha
  • curitiba
  • Se você precisa
  • Paranaguá

Serviços

Notícias

06/02/2018

Governador autoriza recursos para Seguro Rural da safra 2018 no Paraná

O governador Beto Richa, o presidente da Fomento Paraná, Vilson Ribeiro de Andrade, e o secretário de Estado da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara, anunciaram nesta terça, 6, durante o Show Rural Coopavel, que a subvenção ao prêmio do Seguro Rural terá até R$ 12 milhões em recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE) para cobertura da safra 2018 no estado. Já estão disponíveis R$ 10,3 milhões.

O Paraná é o estado que mais faz Seguro Rural no país. Os recursos para o programa são do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE), que é gerenciado pela Fomento Paraná. O Seguro Rural consiste de um subsídio que o governo concede aos pequenos e médios agricultores para incentivar os produtores a fazer seguro e assim minimizar os riscos climáticos, biológicos ou de mercado a que a produção agrícola está sujeita.

A liberação do seguro rural coincide com o início do plantio nas áreas de produção de feijão, de milho da segunda safra e do período de pré-custeio da safra de trigo e demais grãos da safra de inverno. Milho, trigo, feijão e frutas como maçã e uva são as culturas agrícolas de maior risco na região e por isso são as que mais se utilizam do Seguro Rural, que cobre ao todo 21 culturas no estado.

O Paraná é o primeiro produtor nacional de feijão, trigo e cevada e o segundo em soja e milho. A produção dessas culturas envolve uma produção de mais de 12 milhões de toneladas de grãos e frutas em uma área que ocupa mais de 3,6 milhões de hectares.

O seguro rural ajuda a reduzir perdas da produção, garantindo alimentos na mesa dos brasileiros e assegurando a produtividade e a sustentabilidade nas propriedades rurais, ao proteger a renda e permitir a manutenção do padrão tecnológico.

A subvenção estadual cobre parte do valor do prêmio que o produtor paga para contratar o seguro da sua lavoura. Ela acontece em dois níveis, no federal que subvenciona até 45% do valor do prêmio e dos 55% que restaram para o produtor o Tesouro do Estado subvenciona 50%.

O subsídio está limitado a R$ 4.800,00 por CPF. Os recursos devem atender mais de 4000 apólices do Seguro Rural no estado, o que representa cobertura para aproximadamente 200 mil hectares de área produtiva.

A expectativa da organização é que 250 mil pessoas compareçam nos 5 dias da 29ª edição do Show Rural da Coopavel. A feira segue até sexta, dia 9.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.