• Português
  • Contato Fomento Paraná - Apoio Outubro Rosa
  • ligeirão
  • Unidade Móvel
  • milho
  • Maringá
  • afpr
  • torrado
  • barreado
  • afpr
  • pinheiros1
  • ilha
  • curitiba
  • Se você precisa
  • Paranaguá

Serviços

Notícias

02/08/2017

Paraná TIC discute a importância de investimentos no setor tecnológico

A crise econômica, aliada aos processos burocráticos brasileiros, pode dificultar o nascimento e até a continuidade do trabalho desenvolvido por empresas. Estudo do Banco Mundial mostra que as companhias brasileiras gastam cerca de duas mil horas a cada ano para saber quais são os impostos cobrados e pagá-los. Neste contexto, em que parte do faturamento, e do tempo, são gastos com tributos, iniciativas de fomento ao empreendedorismo e um bom ecossistema no setor em que se deseja empreender estimulam o desenvolvimento de um negócio.

Na área da tecnologia e inovação, os incentivos são fundamentais para a realização de testes, desenvolvimento de projetos e para o crescimento da empresa. Os investimentos nesses setores foram tema durante a 6ª edição do Paraná TIC, realizado em Foz do Iguaçu.

Entre os participantes do debate estavam Márcio Girão, Diretor da Finep (Financiadora de Estudos e Projetos), José Carlos Gehr, que trabalhou no setor jurídico da SETI (Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná), Luiz Renato Hauly, diretor de Mercado da Fomento Paraná, que tem experiência em consultoria administrativa e financeira, e Paulo Ferreira, responsável no BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) pelo desenvolvimento de novos negócios da região Oeste do Paraná. O moderador do painel foi Freud Oliveira, especialista em tecnologia da informação.

No evento também foi apresentado o Finep Startup. O objetivo do programa é realizar investimentos diretos em empresas nascentes, e em alguns casos, a Finep também pode se tornar sócia do negócio. As startups interessadas em participar da seleção devem ter seu produto ou serviço, pelo menos, na fase de testes e ter uma receita bruta de até R$ 3,6 milhões. Os outros requisitos podem ser lidos no edital do projeto.

De acordo com Márcio Girão, diretor da Finep, o programa estava adormecido há longo tempo na organização. O Finep Startup renasceu por meio da reformulação do projeto original, com ideias mais aderentes à realidade atual e consulta aos principais atores do mercado de startups. “Quando se trata de inovações, sempre há muito o que avançar, pois a meta da inovação global se move rapidamente”.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.