• Português
  • Novo Endereço da Fomento Paraná
  • Unidade Móvel
  • Se você precisa

Serviços

Notícias

07/06/2018

Fomento Paraná aumenta prazo para quitação de débitos de taxistas e de clientes do microcrédito

A Fomento Paraná, instituição financeira do Governo do Estado, abriu um processo para regularizar débitos de clientes que estão em atraso com o pagamento de financiamentos das linhas Banco do Empreendedor Microcrédito e Taxistas.

O objetivo é recuperar valores para apoiar novos clientes e reduzir os índices de inadimplência, que foram agravados pelo período recente de crise na economia.

Sensibilizada pela queda da renda e consciente da condição de instituição pública de desenvolvimento, a diretoria da empresa preparou condições especiais para regularizar débitos atrasados. Além de novos prazos, adequados à capacidade de pagamento, foram dispensadas algumas exigências, mas a flexibilidade para renegociação está disponível por tempo limitado.

É importante destacar que a regularização dos débitos retira o nome do cliente e dos avalistas dos sistemas das instituições de proteção ao crédito, como SPC e Serasa, permitindo a retomada do crédito para novas compras, e evita o ajuizamento de ações judiciais de protesto e cobrança, que geram custos extras.

Aplicativos – No caso dos taxistas, em especial, o principal problema que afetou o segmento foi o impacto na renda dos profissionais provocado pela concorrência com os novos aplicativos para contratação de serviços de transporte por meio de celulares, como Uber e Cabify. A inadimplência média no segmento táxi passou de 4,4% para 11,2% na comparação entre períodos iguais entre o final de 2016 e o início de 2018.

O reparcelamento de operações em atraso na linha Taxistas pode ser realizado em até 72 meses, observando a capacidade de pagamento mensal. Mesmo clientes que tiveram propostas de renegociação recusadas
anteriormente poderão entrar em contato para análise de enquadramento nas novas condições.

No microcrédito, onde a inadimplência média subiu de 6,8% para 8,2% no mesmo período, operações que estão com até dois anos em atraso poderão ser reparceladas em até 36 meses, nas mesmas condições do contrato original. Para operações acima de 2 anos, além do parcelamento, será concedido um desconto da multa e juros de mora. Para cada renegociação é cobrada uma tarifa de 1,5% do saldo a ser reparcelado.

Clientes que estão com débitos em atraso com a Fomento Paraná podem pedir o cálculo das parcelas a partir da renegociação diretamente para a Gerência de Recuperação de Crédito, por meio dos telefones (41) 3235-7622 ou 7629 / 7631 / 7617.
 
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.