• Português
  • Novo Endereço da Fomento Paraná
  • Unidade Móvel
  • Se você precisa

Serviços

Notícias

09/05/2018

Novos fundos beneficiam pequenos negócios

O Governo do Paraná sancionou três novas leis que criam fundos de fomento às micro e pequenas empresas. Geridos pela Fomento Paraná, os fundos vão facilitar o acesso ao crédito aos quase 700 mil pequenos negócios instalados no Estado.

Após a sanção, o Fundo de Aval Garantidor das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Paraná (FAG/PR), o Fundo de Capital de Risco do Estado do Paraná (FCR/PR) e o Fundo de Inovação das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Paraná (Fime/PR) ainda precisam ser regulamentados por decretos, que já estão sendo trabalhados.

O Fundo de Aval foi criado para que os pequenos negócios possam superar uma das maiores barreiras de acesso ao crédito: a falta de garantia. Esse fundo irá prover recursos financeiros para garantir operações de financiamento contratadas através de linhas de crédito oferecidas pela Fomento Paraná; pelo Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE); pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES); pela Financiadora de Estudos e Projetos (FINEP); e por outros programas de instituições oficiais de crédito.

Já o Fundo de Capital de Risco permitirá aportar recursos em fundos de investimento que tenham por objetivo consolidar empresas de micro e pequeno porte com potencial de crescimento rápido. O FCR oferecerá custos menores do que o crédito bancário e será composto com recursos do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE) e outras fontes, tais como cotas de Fundos de Investimentos em Participações (FIP); Fundos Mútuos de Investimentos em Empresas Emergentes (FMIEE); Fundos de Investimentos em Empresas Emergentes e Inovadoras (FIEEI); e Fundos de Investimento em Participação na Produção Econômica Intensiva em Pesquisa, Desenvolvimento e Educação (FIP-PD&I), geridos por administradoras com competências e idoneidade segundo critérios estabelecidos pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O terceiro fundo, o Fime, visa ampliar a competitividade das micro e pequenas empresas. Ele permitirá financiar projetos de pesquisa, desenvolvimento e inovação neste segmento.

FOMENTO PARANÁ — A Fomento Paraná, instituição financeira pública que vai gerenciar os novos fundos, financia projetos de investimento para empreendedores da indústria, do comércio, do setor de serviços e até da agricultura.

Desde 2011 a instituição já contratou quase R$ 1 bilhão em financiamentos para empresas de micro, pequeno e médio porte em todo o estado – além de outros R$ 1,5 bilhão para obras de infraestrutura nos municípios.

No microcrédito, linha que atende especialmente os pequenos negócios e responde por 85% dos contratos anuais da instituição, foram contratados R$ 254 milhões. Essas operações beneficiaram mais de 25.350 empreendimentos em 315 municípios de todas as regiões do Estado.

OPORTUNIDADES – De acordo com o presidente da Fomento Paraná, Vilson Ribeiro de Andrade, os três novos fundos são muito importantes para apoiar as micro e pequenas empresas. “Os fundos vão assegurar mais oportunidades para aumentar o nível de atendimento desses empreendedores”, afirma o executivo. “Especialmente o fundo de aval garantidor, que tem característica mais popular e que vai proporcionar a criação da ferramenta mais necessária para facilitar o acesso desse público ao crédito, que é a garantia”, explica.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.